Obstrução Intestinal em Cães

Obstrução Intestinal é emergência mais comum do que se imagina

Você já deve ter ouvido falar sobre obstrução intestinal em pets ou mesmo “dobra” no aparelho digestivo. Muito mais comum do que se imagina, a intussuscepção merece especial atenção, uma vez que necessita de tratamento urgente. É uma alteração obstrutiva do aparelho gastrointestinal de pequenos animais em que a intervenção cirúrgica se faz necessária.

Ao contrário do que muita gente pensa, esta doença não está relacionada à raça ou ao sexo do pet. Porém, o que se sabe é que animais jovens apresentam maior incidência.

Fique atento aos sinais clínicos

Caso o seu pet tenha uma intussuscepção, ele poderá apresentar uma série de sinais clínicos, desde alterações inespecíficas como falta de apetite, letargia, perda de peso, diarreia por vezes
hemorrágica, sensibilidade e distensão abdominal, estes últimos resultantes da obstrução intestinal.

É importante que na ocorrência destes sintomas, o cãozinho ou gatinho seja levado imediatamente ao médico veterinário, pois se tratando de intussuscepção prolapsada, o tratamento correto inclui intervenção cirúrgica para correção intra-abdominal da afecção e não apenas a reintrodução do segmento exteriorizado.

Caso não ocorra o atendimento rapidamente, pode ocorrer necrose, ruptura intestinal, seguido de choque séptico e óbito. A palpação abdominal e o exame ultrassonográfico são importantes ferramentas para o diagnóstico.

Saiba o tratamento correto para obstrução intestinal

O tratamento de escolha ainda é o cirúrgico, no qual a escolha da técnica depende da viabilidade e do grau de lesão intestinal. Dependendo da gravidade e do tempo decorrido, pode ser necessária a remoção da parte necrosada. A utilização de antibióticos é recomendada nos casos em que existe risco de infecção.

A redução espontânea, principalmente após o uso de medicação pré-anestésica é pouco frequente, porém possível de ocorrer. Recomenda-se a palpação abdominal e localização da intussuscepção imediatamente antes do início da cirurgia, a fim de se evitar procedimentos desnecessários.

Histórias reais

A Maya é uma Golden Retriever de 4 meses que chegou ao nosso plantão apresentando sinais clínicos que indicavam uma obstrução intestinal. Veio encaminhada de outro local, fez cirurgia e alguns dias depois teve de repetir o procedimento. Graças ao encaminhamento rápido de seus tutores, que trouxeram a pet até nossa clínica, e também ao atendimento qualificado de nossa equipe, Maya se recuperou e está 100%! Confira no vídeo.

 

 

Suspeita que o seu pet está com obstrução intestinal? Traga para atendimento emergencial no Plantão 24 horas da Pet Center Canoas. Em caso de dúvidas, converse com nossa equipe pelo WhatsApp clicando aqui.

Mais posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.