Neoplasia mamária em pets

Neoplasia mamária em pets: diagnóstico e tratamento

A neoplasia mamária é considerada a primeira neoplasia com maior acometimento das fêmeas. Em cadelas, ela pode representar até 70% dos tumores e em gatas as neoplasias mamárias são o 3º tipo mais comum, sendo 80% destes tumores malignos.

Por isso, a Pet Center Canoas anualmente aproveita o período do Outubro Rosa, utilizado para as campanhas de conscientização sobre o câncer de mama em mulheres, para também abordar esse assunto.

Continue a leitura para entender como identificar uma neoplasia mamária em sua gatinha ou cachorrinha e como pode ser feito o tratamento.

O que é a neoplasia mamária

Clinicamente, a neoplasia mamária pode ser caracterizada por nódulos ou placas, solitários ou múltiplos e de tamanhos variáveis. Além da palpação, realizada pelo tutor em casa e depois pelo médico veterinário, o diagnóstico completo é realizado pelos exames citopatológico e histopatológico.

Existem diferentes classificações para os tumores de mama e só o exame histopatológico é capaz de diferenciá-los. Se possível, todas as mamas devem ser avaliadas, assim como os linfonodos para pesquisa de metástase.

Exames de estadiamento

Depois de confirmado o diagnóstico de neoplasia mamária maligna o médico veterinário especialista alia o seu conhecimento na área com a realização de exames que são fundamentais para o diagnóstico da doença. Servem também para identificar em que fase de desenvolvimento está o câncer antes de definir qual será o tratamento.

Eles são os chamados exames de estadiamento e consistem em um raio X de tórax e ecografia abdominal. São feitos quando há o diagnóstico de qualquer tipo de neoplasia, pois é preciso verificar se o tumor está restrito à região abordada, ou se há alguma extensão positiva (metástase) da doença. O diagnóstico é muito importante para definir o melhor tipo de tratamento para o pet.

Aqui na Pet Center Canoas, oferecemos o Combo Onco Estadiamento para pacientes com câncer. É um pacote de exames composto por raio-x + ultrassom. Clique aqui para mais informações.

Fique atento aos sinais clínicos

Segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), a neoplasia mamária atinge pelo menos 45% das cadelas. No caso das gatas, a doença atinge pelo menos 30%. Além disso, a maioria dos casos são malignos.

O principal sinal clínico da doença está no crescimento de um nódulo na região mamária. Portanto, na hora do carinho diário ou brincadeiras, palpe as mamas da sua gatinha ou cachorrinha a fim de perceber possíveis tumores. Assim, é possível verificar a presença de um caroço na mama da sua pet.

Além de caroço, perceba se a região das mamas está avermelhada, inchada, com secreção e/ou odor desagradável. Esses podem ser sinais de câncer de neoplasia mamária maligna em pets. A pet pode apresentar outros sinais que não são específicos, como falta de apetite, perda de peso, febre, vômitos. Sempre atentar para esses sinais e levar ao veterinário o quanto antes.

Clique para agendar consulta com condições especiais

Como é feito o tratamento de neoplasia mamária

Após realizados os exames, a primeira medida será a realização de um procedimento cirúrgico para a retirada completa do tumor do corpo do animal. O tumor deve ser enviado a um laboratório especializado para análise histopatológica. Este exame é o diagnóstico definitivo, pois é somente com este resultado que é possível saber se o tumor é benigno ou maligno.

A análise histopatológica e os resultados obtidos dos exames complementares são fundamentais para definir um diagnóstico correto, além de fornecer dados relevantes para um tratamento adequado e específico. Nos casos em que o tumor é benigno, geralmente, a cirurgia já é o suficiente como tratamento. No entanto, para o tumor maligno, além da retirada cirúrgica, a quimioterapia pode ser indicada.

Agende consulta com condições especiais

Se encontrar um nódulo na sua pet, é essencial procurar um médico veterinário para afastar a possibilidade de ser câncer de mama. No mês de outubro, a Pet Center está com condições especiais para consultas a pacientes com suspeita de neoplasia mamária. Clique aqui para solicitar mais informações pelo WhatsApp.

Benefícios da Castração Precoce

O câncer de mama é muito comum em fêmeas caninas e felinas. Uma das atitudes que pode prevenir o surgimento desta doença é a castração precoce.

Estudos comprovam que a castração antes do primeiro cio ou entre o primeiro e o segundo cio reduz de 90 a 95% os riscos de neoplasias mamárias. O procedimento também reduz o aparecimento de outras doenças relacionadas ao sistema reprodutor.

Aproveite nossos pacotes especiais de castração para fêmeas felinas e caninas.
Clique na imagem abaixo para solicitar informações pelo WhatsApp.

 

Mais posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.