Leucemia felina não tem cura, mas pode ser prevenida!

Leucemia felina não tem cura, mas pode ser prevenida!
Avalie

Leucemia FelinaA leucemia felina (FeLV – Feline leukemia virus) é um dos maiores vilões entre os felinos e não possui cura, mas pode ser prevenida.

Se o seu gato gosta de passear pela vizinhança, brincar com outros gatos ou se você pretende levar outro gato para casa, fique atento, pois estas situações podem prejudicar seu pet.

FeLV é uma doença altamente contagiosa e pode levar à morte dos pacientes. A mordida e a lambedura são as formas mais prováveis de transmissão, visto que a saliva contém elevada concentração do vírus e os gatinhos também podem ser contaminados por via transplacentária, pelos cuidados da mãe infectada e pelo ambiente.

Os sinais clínicos são diversos, pois há uma baixa na imunidade do paciente por causa do agente retrovírus. De uma forma geral, os mais comuns são:

  • Dificuldade em se alimentar
  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Depressão

Com a facilidade de testes rápidos e precisos, o diagnóstico de doenças como esta, tornou-se muito importante para uma imunização prévia de pacientes sadios. O resultado se dá em apenas 10 minutos.

Para prevenir a disseminação da doença, devemos isolar os animais doentes dos animais sadios, evitando o contato. E, para os gatinhos que estão livres da doença, hoje temos a opção da vacina quíntupla que protege contra o vírus da FeLV, além de auxiliar na prevenção de Rinotraqueíte, Calicivirose, Panleucopenia e Chlamydia psittaci.

Lembrando que a FeLV é uma doença que não tem cura e devemos proteger nossos amigos o mais rápido possível.

Proteger seu gato é sinal de carinho.

 

Médica Veterinária
CRMV/RS 13.561

Mais posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.